Sobre

IMG-20190517-WA0000Ana Rita Matias é formada em Sociologia pelo ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa. Atualmente é doutoranda no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, no programa doutoral em Alterações Climáticas e Políticas de Desenvolvimento Sustentável. Trabalha em investigação desde 2011 sobre questões ligadas às desigualdades sociais, condições de vida e ambiente.


Encontra-se a desenvolver uma tese de doutoramento sobre os impactos socioeconómicos dos períodos de seca na região portuguesa do Alentejo, intitulada: A convivência com a seca: desigualdades socais e impactos das alterações climáticas no Alentejo.

Projeto financiado pela FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia.


Domínio de especialização: Sociologia; Desigualdades sociais; Ambiente e Alterações Climáticas; Métodos de Investigação; Análise Estatística; Análise de Conteúdo; SPSS; Maxqda;

Actuais interesses de investigação: Desigualdades sociais; Justiça climática; Alterações climáticas e sustentabilidade; Condições de vida e qualidade de vida; Estudos do ambiente e do território, Água e gestão de recursos hídricos; Risco; Resiliência; Community-based research;


 Publicações principais:

Carmo, Renato Miguel, Ana Rita Matias (2019), Retratos da Precariedade. Quotidianos e aspirações dos trabalhadores jovens. Tinta da China, Lisboa.

Carmo, Renato Miguel, Ana Rita Matias (2019), “As dimensões existenciais da precariedade: jovens trabalhadores e os seus modos de vida”,Revista Crítica de Ciências Sociais, 118, 53-78.

Carmo, Renato Miguel, Ana Rita Matias (2018), “Unemployment, precariousness and poverty as drivers of social inequality: the case of the Southern European countries”, in Renato Miguel Carmo, Cédric Rio, Márton Medgyesi (Ed.), Reducing Inequalities: A Challenge for the European Union?, Palgrave.

Matias, A. R. (2015), Desigualdades económicas e qualidade de vida na Europa. Dissertação de mestrado.


Ciência ID D91C-72E6-54B4